Category Archives: Arte

Cenografia Urbana

De 7 a 14 de Outubro a Estação Fluvial em Cacilhas vai receber uma verdadeira rádio pirata, no âmbito da componente Cenografia Urbana  «A Voz do Farol – sentinela do Tejo», com os Oquestrada a transmitir música exclusivamente para quem aguarda o barco na estação.

cofinanciamento
VF_poster_A1_08small

Em Cacilhas, há um farol que, nos anos 80, viajou para os Açores e por lá ficou uns tempos. Em Cacilhas, há pessoas que todos os dias atravessam o Tejo para trabalhar em Lisboa e por lá ficam parte do dia. Entretanto, o Farol regressou a Cacilhas. As Pessoas regressam todos os dias à Margem Sul.
Em Almada, há uma pequena orquestra de bairro de nome OqueStrada que canta a Grande Lisboa, há anos a viajar por estradas nacionais e internacionais, e que regressa sempre a esta margem sob o lema Partir para Regressar.
OqueStrada aguardava há muito o regresso do Farol. Assim, através da Piajio Associação Cultural no âmbito da componente Cenografia Urbana, dá-se Voz ao Farol de Cacilhas que põe no ar, de 7 a 14 de Outubro, uma rádio pirata, «A Voz do Farol – sentinela do Tejo», a transmitir exclusivamente para as salas de espera da estação fluvial, fazendo companhia a quem aguarda o barco.
Para a inauguração, no dia 7 de Outubro, «A Voz do Farol – sentinela do Tejo», atravessa o rio, ao final do dia, para esperar no Cais do Sodré quem regressa de mais uma semana de trabalho, e escoltar as Pessoas a casa com um mini concerto numa travessia musical”

 

Organização:
Piajio Associação Cultural
Projecto Co-Financiado pelo QREN e com Apoio da C.M.Almada, Direcção de Faróis, Grupo Transtejo, Grupo Desportivo da Mouraria e Antena 1,
no âmbito da componente Cenografia Urbana

Entrada livre de 7 a 14 de Outubro 2011

Horário
18h30 – 20h30

 

Local
Estação Fluvial de Cacilhas
Farol de Cacilhas
informações:
Piajio Associação Cultural
Tlm.: 96 619 02 98
Tlm.: 96 465 28 28
E-mail: piajio.info@gmail.com
Sítio: http://www.piajio.org/

web_Flyer_Back

cofinanciamento

 

 

FERAS AMESTRADAS – 23 de Março na Casa da Juventude de Cacilhas – Ponto de Encontro

Por motivos alheios à nossa vontade, as ” FERAS AMESTRADAS ” são obrigadas a mudar de ARENA e a reduzir o nº de apresentações no âmbito da Quinzena da Juventude de Almada 2011.

Assim, terão a oportunidade única de assistir no próximo dia 23 de Março, na Casa da Juventude de Cacilhas – Ponto de Encontro, às 21h30 com entrada livre!

Apareçam!!!!

“FERAS AMESTRADAS” (comédia musical negra à portuguesa) dia 5 de Fevereiro pelas 21h30

A Piajio, convida todas as queridas pessoas a assistirem no próximo Sábado, dia 5 de Fevereiro pelas 21h30 no Incrível Club, à apresentação pública do trabalho desenvolvido na formação em Teatro/Espectáculo – Entrada Livre

“FERAS AMESTRADAS”

(comédia musical negra à portuguesa)

ENCENAÇÃO

Afonso Guerreiro

TEXTO

Rui Silvares

MÚSICA

João Costa/Afonso Guerreiro

VIDEO

Miguel Jerónimo

INTERPRETAÇÃO

Ana Margarida

Ana Rodrigues

António Olaio

Duarte Cardoso Águas (Xucas)

Lucíla Pereira

Inês Paula

Joana Lopes

João Costa

Patrícia Caeiro

Rui Lopes

Rute Moura

Rute Jorge

São Nunes

Espectáculo de teatro multidisciplinar, onde o movimento, paralelamente com a representação e o canto se alia a uma forte componente audio-visual. Trata-se de uma reflexão sobre o hiper-modernismo, revelando a sociedade contemporânea na sua realidade da hiper-vigilancia, hiper-consumo e como a revolução informática proporcionou uma globalização ao nível da informação e da comunicação.

Será que esta realidade nos torna na verdade mais informados, a facilidade dos meios de comunicação aproxima-nos ou pelo contrário o Homem moderno está cada vez mais solitário?

Este espectáculo com encenação de Afonso Guerreiro, texto de Rui Silvares, música original do jovem músico almadense, João Costa, foi construído de raiz a partir da formação em Teatro/Espectáculo, dirigida por Afonso Guerreiro que têm decorrido no espaço do Incrível Club deste Outubro de 2010 e reúne pessoas de diferentes idade e de várias áreas artísticas.

Sinopse:

Tudo isto é sobre a consumição. A vida que, de forma redutora, consiste em ir gastando as peças de que é feito o corpo até que, no final, sobrevém a morte. O sonho que de tanto ser sonhado se confunde com um pesadelo. O riso que desemboca no choro e o desespero que, afinal, é outra forma de mostrar a raiva que morre dentro de nós. A amizade que sente o tempo a passar-lhe por cima, a espezinhá-la, até fazer com que se transforme em competição e luta. Os seres humanos que, com a vida que se esquecem de levar, vêem os bichos que se escondem dentro deles surgirem à superfície da pele. E, finalmente, tudo isto é sobre as feras que nós somos ao nascer e que vamos domesticando ao longo da nossa existência, reprimidas pela aprendizagem das regras sociais.

Tudo isto é sobre a violência que exercemos sobre nós próprios, sobre o sermos feras e domadores dos instintos que nos animam. Sobre o sermos, em simultâneo, o espaço fora e o espaço dentro da gaiola da qual o nosso corpo é as barras, a fechadura e a chave. Sobre o sermos carcereiros e condenados a uma prisão perpétua que perdura para lá do nosso último suspiro.

Sem sonhos, os corpos não valem nada!

INCRÍVEL TASCA MÓVEL – A Tasca das Tascas » 1,2 e 3 Out – Lisboa // 8 e 9 Out – Almada



Abençoada por colectividades, filarmónicas, feiras e arraias, esta tasca-concerto a céu aberto é uma Sala d’Star para  receber amores d’Strada,  estimados artistas,  protagonistas de um singular e ousado  imaginário português.

Nesta tasca incrível cruzam-se  um fadista pugilista, uma acordeonista do oeste português, um contrabaixo feito de uma corda só, uma guitarra portuguesa que ri, uma cadeira bateria, uma mini filarmónica “on acid.

Espectáculo a não perder com actores e músicos que rasgam a fronteira do palco numa relação directa com o público.

Não tenha vergonha! Não tenha medo!…e pise o palco mais democrático do mundo: a Rua!

– 1, 2 e 3 de Outubro, Praça D. Pedro IV (Rossio) Lisboa

– 8 e 9 de Outubro, Largo Gabriel Pedro (Largo do Tribunal) Almada

A noite é nooossa ….

As actuações têm início às 21h00.

Entrada Livre.

O recinto da Incrível Tasca tem capacidade para  300 pessoas, com 200 lugares sentados e 100 em pé. Para aceder ao seu interior terá que ser levantada uma senha, junto ao local de actuação.

As senhas serão facultadas no dia das actuações das 18h às 20h30.


Formação Espectáculo / Teatro » Outubro, no Incrível Club em Almada

No próximo mês de Outubro,  no Incrível Club em Almada, vai-se iníciar um programa de formação ligada às artes de espectáculo, dirigido por Afonso Guerreiro, mestrando da formacao

Especialização em Encenação da E.S.T.C (Escola Superior de Teatro e Cinema).

No 2ª semestre do curso para a cadeira de Encenação II,  durante 4 meses,  desenvolver-se-á  o projecto que vai ser avaliado numa serie de apresentações ao vivo. Com uma regularidade semanal de 2 sessões de 3 horas, este processo criativo, terá abordagens e práticas em diferentes técnicas das artes performativas, sem qualquer custo monetário para os participantes.
Procura-se  pessoas de diferentes áreas e idades, imbuídos pela paixão ao espectáculo, com ou sem experiência:

  • Actores/Actrizes
  • Bailarinos/as
  • Cantores/as
  • Músicos
  • Multimédia
  • Artistas Plásticos
  • Dramaturgos
  • Figurinistas
  • Cenógrafos
  • Aquitectos
  • Iluminadores
  • Informáticos
  • Cientistas
  • Sociólogos
  • Antropologos
  • Filósofos

Solicita-se a inscrição até ao dia     10 de Outubro de 2010, acompanhada de uma breve biografia e a motivação, para o endereço de emal:   mestre.projecto@gmail.com
O numero de participantes será limitado a 15 pessoa.

INCRÍVEL TASCA MÓVEL

a Tasca das Tascas

A Incrível Tasca Móvel a tasca das tascas regressa a Lisboa nos dias 10 e 11 de Setembro, a convite de TODOS caminhada de culturas, para inflamar o coração da cidade e com ela, OqueStrada, um segredo bem guardado…

Bem vindos à Incrível Tasca Móvel

Onde a cultura é de ouro quando aproxima as Pessoas!

Acção, mistério, fugas e amor na Mouraria

uma desgarrada com o  mundo a 360º

glamour popular!

maestros de filarmónicas,

fadistas pugilistas,

moços de pista,

princesas do acordeão

vozes de este a oeste

aqui uma sardinha pode valer 1 leilão

A noite é nooossa !


A Incrível Tasca Móvel estreou no Porto em 2006 e afirmou, no tórrido verão de 2007, durante 3 noites ao rubro em Belém, o seu olhar pioneiro sobre a actual cultura portuguesa.

Contexto

Com inspiração no universo das tascas, dos bailes e na longínqua força das colectividades a Piajio associação cultural concebeu: A Incrível Tasca Móvel, entre a sala de estar e a festa popular, esta instalação é composta por estruturas metálicas que se debruçam sobre o espaço suportando lustres e gambiarras numa dança de classes.?Pensada desde 2001, com a chegada de uma nova vaga económica, a tasca das tascas anseia celebrar uma cultura genuína em vias de extinção.?Gerada na margem sul do Tejo, entre 2004 e 2007, esta obra única de ferro e luz, foi afinada para desbravar caminhos entre tradição e inovação, entre arte e copos de três, entre fado e circo, entre épocas e lança o conceito de Tasca-Concerto.?A Piajio associação trabalha, desde 2001, criações no espaço urbano sobre temas como o pequeno comércio e o subúrbio enquanto espaço de fronteira. Nos últimos cinco anos teve como mote o universo das Tascas e o que este poderá simbolizar num futuro próximo enquanto referência cultural. Lançou-se assim a saga das Tascas com O’queStrada e o espectáculo TascasTour (2002), Café Cantante (2005), espectáculo com fadistas do fado subterrâneo lisboeta.

A entrada é de graça! O espectáculo é ao ar livre e é necessário levantar uma senha

Para mais info consultar:

http://todoscaminhadadeculturas.blogspot.com/

ou www.piajio.org

Incrivel Tasca Movel
www.piajio.org
www.oquestrada.com
p’la Piajio associação cultural
00351 914864105

incriveltasca@gmail.com